DOGSMOM – AMOR DE MÃE

DOGSMOM – AMOR DE MÃE

  Olá, pessoal! Está mais que comprovado: o brasileiro é apaixonado por animais de estimação, principalmente os cães. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), a gente possui “a segunda maior população de cães, gatos e aves canoras e ornamentais em todo o mundo”.

Ainda de acordo com a Associação, somos o quarto maior país em população total de animais de estimação. “São 52,2 milhões de cães, 22,1 milhões de gatos, 18 milhões de peixes, 37,9 milhões de aves e mais 2,2 milhões de outros animais. O total é de 132,4 milhões de pets”.

Considerando que atualmente somos um pouco mais de 200 milhões de brasileiros, quase 60% da população tem um bichinho de estimação, sendo que desse número, 25% são cães. Os números são gigantescos, não é mesmo?

 

Os pets já fazem parte da família

Não é difícil amar como um filho seu cão ou qualquer outro animal de estimação que tenha escolhido. Por isso, está cada dia mais comum pessoas que consideram seus pets como integrantes da família. Alguns, inclusive, já saíram dos quintais e passaram a ter espaço dentro de casa. Principalmente por conta do aumento de pessoas morando em apartamentos.

Além disso, muitas vezes o pet é a única companhia ou distração da pessoa dentro de casa por conta das mudanças do perfil das famílias brasileiras. Cresce, a cada dia, o número de pessoas que vivem “sozinhas”, já que não dividem o lar com outros humanos. Mas eles também ocupam um lugar importante dentro do grupo familiar. Os cães, por exemplo, são ótimos companheiros de brincadeiras para a meninada e acompanhantes fiéis para idosos.

Gente, cá pra nós, tem coisa melhor que chegar a casa e ser recebido com alegria pelo seu pet? Não tem. Só quem possui um animalzinho sabe o quanto eles ajudam pra que a gente esqueça daquele dia complicado no trabalho.

 

Eles fazem bem para saúde e combatem o estresse

Passar alguns minutos brincando com seu pet é a melhor maneira que existe no mundo de se libertar do estresse! Tanto que é comprovado que os animais de estimação são considerados fundamentais em tratamentos terapêuticos e em políticas de inclusão social. A interação entre humanos e animais é benéfica para a saúde de ambos.

Os animais de quatro patas, além de bonitinhos e divertidos, ajudam a desenvolver o senso de responsabilidade, a autoestima e a educação sentimental dos nossos pequenos. Além disso, crianças expostas a cachorros têm menos chances de desenvolver alergias! Incrível, não?

Para os adultos, ter um cão contribui para que tenhamos uma vida mais saudável, já que temos que passear frequentemente com eles. Os exercícios e a companhia de um cão nos faz resfriar menos e ainda ajuda no coração! Com eles, ficamos sempre jovens!

E você, qual o seu animal de estimação e por que ele deixa sua vida muito mais feliz? Deixe seu comentário e visite nosso site: www.dogsmom.com.br

X